Releases











ML&A Comunicações
Dandara Colins
(11) 3811-2829
dandara@mla.com.br



Escolas debatem temas como suicídio e bullying


Palestra ministrada por Tania Paris (ASEC), em Taubaté, auxilia pais e professores a lidar com os temas, como promoção da saúde emocional

São Paulo, 15 de agosto de 2017 – A educação emocional é importante para ensinar crianças, desde cedo, a lidar positivamente com as dificuldades, sejam as do presente, sejam as que surgirem ao longo da vida. O assunto é discutido em palestras e colocado em prática nos programas da Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC), em escolas públicas e privadas. O objetivo é desenvolver habilidades emocionais e sociais dos alunos, no dia a dia da escola, de modo que essas competências atuem como fatores de proteção contra comportamentos autodestrutivos; e que a capacitação de educadores os auxiliem a lidar com esse tipo de comportamento.

A ideia da palestra “No Reason Why” surgiu diante da procura de pais, profissionais das áreas de educação e saúde por orientação, preocupados com problemas expostos na série “13 Reasons Why”, baseada em um livro que aborda temas polêmicos como suicídio e depressão, contando a história de uma adolescente que grava 13 fitas narrando os motivos que a fizeram tirar a própria vida.

De acordo com Tania Paris, fundadora da ASEC, informações confiáveis sobre suicídio e a desmistificação do tema são essenciais para que as pessoas possam conversar a respeito e obter ajuda. “Dialogar abertamente e nunca minimizar os sentimentos dos filhos facilita a aproximação emocional entre os membros da família. Escutar o relato das dificuldades, sem julgar as emoções e reações, também é uma forma importante de manter aberto o canal de comunicação”, afirma Tania.

O Colégio Jardim das Nações, em Taubaté (SP), tem como filosofia prover educação integral a seus alunos e, por isso, há muitos anos tem em sua grade curricular programas de Educação Emocional. Visando prover orientação para pais e educadores, ofereceu a palestra “No Reason Why” na inauguração de seu novo auditório. Mais de 200 pessoas participaram do evento. A divulgação dessas informações é vista de forma positiva pelos dirigentes da instituição. Para a Jaqueline Cabral, orientadora educacional do Ensino Fundamental I, alertar os pais sobre o perigo que ronda a juventude e atentá-los para a importância do fortalecimento emocional é fundamental. “Os programas da ASEC em conjunto com as palestras são de grande valia, pois os alunos reconhecem os sentimentos e desenvolvem estratégias para resolver os conflitos, e os pais, começam a identificar sinais de alertas e comportamentos que não condizem com as ações comuns de seus filhos”, comenta Jaqueline.

Há oito anos, a escola iniciou uma parceria com a ASEC para implementação do dos programas Amigos do Zippy e Amigos do Zippy em Casa, para desenvolvimento emocional de crianças pequenas. Neste ano, implantou também o Passaporte: Habilidades para a Vida”, para pré adolescentes, que aumenta suas capacidades de fazer escolhas que melhorem sua qualidade de vida.

Baseada na receptividade da palestra entre os pais presentes, a ASEC está disponibilizando-a para outras escolas interessadas: info@asecbrasil.org.br

Sobre a ASEC

A Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC) é uma entidade sem fins econômicos, com equipe multidisciplinar e atividades que promovem saúde emocional para crianças, professores, pais e adultos em geral. Atuando desde 2004 com o programa educacional Amigos do Zippy e seus subprodutos, a ASEC já beneficiou mais de 300 mil pessoas no Brasil. A implementação dos programas é feita por meio de parcerias com secretarias municipais ou estaduais de educação, escolas particulares, entidades educacionais, empresas, centros de assistência social, fundações e institutos interessados em viabilizar a educação emocional no Brasil. A ASEC realiza avaliações do impacto de sua intervenção em todos os públicos que participam de seus programas e cursos, comprovando sua eficácia. A associação é reconhecida como Entidade de defesa dos Direitos Humanos pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo e é registrada no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do município de São Paulo. Sua metodologia de capacitação de educadores em Educação Emocional foi reconhecida pelo MEC como Metodologia Educacional promotora da Educação Integral e Integrada. 


Onde estamos

ML&A Comunicações
Alameda Madeira, 53 – Cj. 93 – Centro Empresarial e Industrial de Alphaville
Barueri / SP – Brasil CEP 06454-010
Fale Conosco


Trabalhe Conosco
Clique aqui para enviar seu currículo
Clientes