Releases











ML&A Comunicações
Amanda Oliveira
(11) 3811-2820 r: 822
amanda@mla.com.br



Campanha Plante Seu Futuro reduz risco de deriva no Paraná com capacitação de agricultores


Antes dos treinamentos, mais de 60% dos produtores realizavam aplicações com risco de deriva médio ou alto

São Paulo, 19 de setembro de 2017 – Tecnologia de aplicação e uso adequado de equipamentos estão entre os principais fatores para evitar o deslocamento de defensivos agrícolas no combate a plantas daninhas. A campanha Plante Seu Futuro, desenvolvida no Paraná com 600 agricultores de 72 municípios, apontou que 62% deles tinham médio ou alto risco de deriva por falta de tecnologia e 46% dos manômetros existentes estavam fora do padrão antes do início do programa.

 

Por conta disso, a ação promoveu treinamentos com técnicos do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e distribuiu pontas de pulverização e manômetros, com o objetivo de melhorar a qualidade dos equipamentos, pulverizadores e capacitar profissionais e produtores rurais do Estado em boas práticas agrícolas que assegurem a baixa emissão de carbono e a racionalização no uso de insumo.

 

Como resultado, os produtores passaram a fazer aplicações específicas para cada alvo e todos os pulverizadores vistoriados saíram de alto e médio para baixo potencial de perda por deriva. Marcio Trombini, produtor rural de Arapongas, participou e recebeu novas pontas de pulverização e manômetro. “Antes, fazia muita fumaça durante as aplicações. As gotas eram finas. Depois de mudá-las e ajustar a pressão, eu não perdi mais produto e o mato foi melhor controlado desde o início da safra. Não foi preciso reaplicar o herbicida”, conta.

 

Para iniciar as capacitações e mudanças, todos os 111 pulverizadores dos pequenos produtores participantes (média de 50 hectares) passaram por uma avaliação, que permitiu constatar que antes das ações da campanha Plante Seu Futuro:

 

ü  35% dos produtores não sabiam qual pressão usavam nas aplicações;

ü Dos que sabiam, 90% usavam a mesma pressão e mesma ponta de pulverização para todas as aplicações, independente do alvo de controle (herbicida, fungicida e inseticida);

ü  20% estavam com o manômetro quebrado ou sem manômetro;

ü  46% dos manômetros existentes estavam fora do padrão, com escala de leitura muito alta, acima de 300 libras;

ü  Apenas 38% tinham tecnologia para baixo risco de deriva;

ü  62% dos agricultores realizavam aplicações com risco de deriva médio ou alto por falta de tecnologia.

 

“É importante que todos saibam que com soluções simples e baixo investimento é possível melhorar significativamente a qualidade das aplicações, garantindo qualidade e segurança na produção agrícola”, explica Nelson Harger, coordenador da campanha Plante Seu Futuro na área de manejos integrados de pragas e de doenças e coordenador de grãos do Emater.

 

A Iniciativa 2,4-D, grupo formado pela união entre o setor privado (Dow AgroSciences e Nufarm) e pesquisadores de instituições acadêmicas para gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, é parceira da Campanha Plante Seu Futuro na área de tecnologia de aplicação junto com o Emater, a Universidade Estadual do Norte do Paraná e a Jacto, empresa de maquinário para a pulverização de defensivos agrícola. “A Iniciativa 2,4-D está comprometida em promover e incentivar a adoção de boas práticas agrícolas, contribuindo para uma agricultura cada vez mais sustentável. As melhorias conquistadas nas aplicações no Paraná são motivo de orgulho e comprovam que o trabalho realizado valeu a pena”, declara Ana Cristina Pinheiro, coordenadora da Iniciativa 2,4-D. 

 

A campanha Plante Seu Futuro tem em seu Comitê Gestor a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná, o sistema Ocepar, da Organização das Cooperativas do Paraná, a Itaipu Binacional, o Instituto Agronômico do Paraná, as Centrais de Abastecimento do Paraná (Ceasa), a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), a Federação da Agricultura do Estado do Paraná, o Emater e a Embrapa. 

 

Sobre a Iniciativa 2,4-D

 

A Iniciativa 2,4-D é formada pela união entre o setor privado (Dow AgroSciences e Nufarm) e pesquisadores de instituições acadêmicas, como a Universidade de Passo Fundo - UPF, Universidade Estadual de Maringá - UEM, Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP, entre outras; com o propósito gerar informação técnica sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas, além de apoiar projetos que abordem esta questão, como o Projeto “Acerte o Alvo – evite a deriva na aplicação de agrotóxicos”, realizado no Paraná. O foco é educar o produtor sobre a importância da utilização correta de tecnologias que garantam a qualidade da aplicação dos defensivos agrícolas. O grupo defende que o uso adequado das tecnologias de aplicação e a precaução para evitar a deriva são essenciais para garantir a eficácia e a segurança ambiental na utilização de defensivos agrícolas. A Iniciativa 2,4-D se apresenta como fonte de informação e esclarecimento, que, apoiada por estudos acadêmicos, visa desmistificar o emprego do 2,4-D.

Visite: www.iniciativa24d.com.br

 



Onde estamos

ML&A Comunicações
Alameda Madeira, 53 – Cj. 93 – Centro Empresarial e Industrial de Alphaville
Barueri / SP – Brasil CEP 06454-010
Fale Conosco


Trabalhe Conosco
Clique aqui para enviar seu currículo
Clientes